Notícias que dizem respeito ao departamento Conservação e Ciência

Alma-de-mestre, 2017

Este ano tivemos mais uma época de Alma-de-mestre, Hydrobates pelagiccus, novamente em parceria com a Universidade de Cardiff, Reino Unido. Num projeto que já tem quase 30 anos de duração (27 para ser exato), os dados que recolhemos continuam a ser uma fonte de surpresas. Este ano, começou por ser mais um ano de fracas capturas. No entanto nos últimos três dias capturámos quase 100 aves, o que melhorou a média de cada noite, mas trouxe-nos mais dúvidas ainda. Porquê tão tarde? Será que o

Lista de alguns taxa invasores e de risco para Portugal: 1.ª versão

As invasões biológicas são uma das maiores causas de perda de biodiversidade e extinção; por exemplo, das 134 extinções de aves registadas desde 1500, 71 (ou 53%) estão relacionadas com espécies exóticas invasoras (Carboneras, 2015). A Convenção sobre Diversidade Biológica (CBD) fixou como Meta 9 das Metas para a Biodiversidade de Aichi: «Até 2020, as espécies exóticas invasoras e vias de introdução estão identificadas e prioritizadas, as espécies prioritárias estão controladas ou erradicadas e estão em vigor medidas para gerir as vias para prevenir a

Ciência e Conservação em 2016

Investigação científica sempre foi uma parte essencial dos programas de conservação de A ROCHA, pois são as descobertas dos mesmos que confirmam os objetivos de proteção. Por esta razão estamos felizes de ter publicado um estudo de caso sobre a Ria de Alvor na revista Ocean and Coastal Management. Pode ler mais em http://www.arocha.pt/news/2016/09/new-scientific-paper-on-the-alvor-estuary/. Este ano, de resto como nos anteriores, continuámos a monitorização de aves e traças na Ria de Alvor. Algumas das raridades anilhadas na Cruzinha incluíram a Felosa-bilistada Phylloscopus inornatus e

Vamos ajudar o Telheiro a recuperar?

  A ROCHA tem o prazer de se associar ao Grupo de Defesa do Telheiro para trabalhar na recuperação de uma arriba que está muito instável, fruto de ação humana. Os trabalhos a realizar são acima de tudo trabalhos de engenharia natural em que, com recurso a plantas e sementes autóctones e correção de vertentes e de escoamentos, se irá dar uma ajuda à natureza para acelerar os processos de recuperação. Que se quiser juntar basta preencher o formulário

Novo artigo científico sobre a Ria de Alvor

Desde a sua fundação, A ROCHA desenvolveu trabalho científico, para dar suporte técnico às suas propostas ambientais. Por esta razão estamos muito contentes com a publicação de um artigo numa revista científica internacional com revisão por pares. A pequena dimensão da Ria de Alvor, quando comparada com outras áreas estuarinas, torna-a mais sensível a pequenas perturbações ambientais que podem resultar em consequências tanto para o meio ambiente como para quem depende da mesma, desde aves e plantas até pescadores e mariscadores. Mas se a

Cruzinha como estação de campo para estudantes

Estamos a promover a Cruzinha como estação de campo onde estudantes, estagiários e voluntários podem fazer investigação e trabalho de campo na Ria de Alvor e noutras áreas naturais no Algarve. Também convidamos estudantes a contribuir para a nossa base de dados e com as nossas monitorizações. Para mais informações, clique aqui.

Novos relatórios e um guia sobre borboletas noturnas

Foram publicados dois novos relatórios sobre a monitorização das borboletas noturnas na Ria de Alvor e no jardim da Cruzinha em 2014 e 2015, em Inglês e em Português. Também está disponível o guia fotográfico das borboletas noturnas que publicámos antes. Este guia inclui as borboletas noturnas macro no Algarve e pode ajudá-lo identificar as borboletas noturnas na zona onde vive! Pode encontra-los aqui.

Progresso no Projeto ANHER

A ROCHA Portugal participou na terceira reunião do projeto ANHER em Edimburgo (Erasmus+ 2014-1-PL-KA202-003565), em que estamos envolvidos com cinco outros parceiros europeus. O objetivo deste projeto é combinar o domínio ambiental e cultural na área do trabalho. Profissionais nas áreas de ambiente e cultura trabalham na mesma paisagem mas muitas vezes não trabalham em conjunto. Para aumentar o conhecimento mútuo, este projeto vai desenvolver um curso online sobre integrar o património ambiental e cultural. Neste projeto, A ROCHA Portugal é o especialista do património ambiental.

Lontras ativas na Ria de Alvor

Hoje é o Dia Internacional de Sensibilização da Lontra e parece uma boa oportunidade para partilhar o nosso trabalho sobre as lontras no sul de Portugal! A lontra é importante para os ecossistemas porque está no topo da cadeia alimentar, mas é ameaçada em muitos países. Este ano, pela primeira vez, A ROCHA Portugal fez um estudo sobre a presença da lontra Lutra lutra na Ria de Alvor. Encontrámos muitos sinais da sua presença em toda a área, como fezes e pegadas. Agora conseguímos

Novos resultados na monitorização de lepidópteros

No ano de 2014 iniciámos um novo projecto de monitorização de borboletas noturnos com o objectivo de conhecer a riqueza e abundância de espécies em diversos habitats do sítio Natura 2000 da Ria de Alvor e publicar os resultados da informação adquirida e da investigação desenvolvida. Foram selecionados seis locais de estudo de acordo com os principais habitats desta área: dunas, sapais e campos agrícolas, dois em cada um deles. As sessões de captura realizaram-se uma vez por mês e as armadilhas utilizadas foram