23 anos a fazer Educação Ambiental

Iniciámos este ano letivo de 2014-15 com mais uma receção do prémio de mérito entregue pela ARH Algarve pela participação da Rocha no projeto Voluntariado Regional Ambiental pela Água. Pelo 23º ano, o nosso Centro de Interpretação Ambiental, esteve aberto durante 12 meses com atividades disponíveis para todos os níveis de ensino desde o jardim-de-infância até à Universidade, onde recebemos 891 alunos e 72 professores de 10 escolas diferentes e de duas universidades estrangeiras de Napier, na Escócia, e South Wales no País de Gales.  Participámos no dia das zonas húmidas visitando a Escola Martinho Castelo Branco, em Portimão, onde apresentamos um filme sobre a Ria de Alvor a 120 alunos. Participámos, ainda na Semana de Empreendedorismo na Escola Poeta António Aleixo, em Portimão, com apresentação do nosso trabalho.

Dia Aberto

O nosso dia aberto ao público geral é às Quintas-feiras e foram oferecidas duas atividades científicas: a anilhagem de aves e a identificação de borboletas noturnas, em que os 971 visitantes deste ano puderam participar.

 

Formação de professores

Pelo segundo ano consecutivo fomos convidados a fazer formação para professores do 3º ciclo e do ensino secundário a convite do Centro de Formação Dr. Rui Grácio, em Lagos. A ação de formação de 50 horas teóricas e práticas, teve como tema “ A Vidas das Borboletas num Habitat Ribeirinho” e conciliou a ecologia e biologia das borboletas com a monitorização de macroinvertebrados de água doce permitindo desta forma avaliar a qualidade da mesma. Salienta-se o trabalho de grupo realizado entre formandos de várias escolas e até agrupamentos de escolas, o que permitiu fomentar ainda mais as interações entre os formadores neste modelo de formação. Foi uma aprendizagem conjunta que permitiu a aplicação de metodologias motivantes, como as saídas de campo e os trabalhos de laboratório, a um conjunto diverso de alunos, quer em termos de faixa etária, quer nos conteúdos abordados pelas várias disciplinas. Em todos os trabalhos houve sempre um denominador comum – o entusiasmo, entrega e empenho por parte dos docentes e alunos envolvidos. Como alguns dos formandos comentaram nas reflexões críticas, a comunidade educativa não ficou indiferente a esta formação e nos corredores “já só se falava em borboletas…”

 Exposição “Biodiversidade na Ria de Alvor”

A Rocha foi convidada pela Junta de Freguesia da Mexilhoeira Grande e de Alvor a apresentar uma exposição sob o tema ” Biodiversidade na Ria de Alvor”. O acervo de 13 posters documentam a ” Semana de Biodiversidade do Algarve” levada a cabo entre Abril e Maio de 2012.

Esta iniciativa foi integrada no programa Europeu “Youth in Action” e feita em parceria com a organização EKOSKOP da Polónia, Eco- Explore do Reino Unido e JNM da Bélgica. Destas organizações participaram 16 jovens, quatro de cada país, que tiveram a oportunidade, para além de estudar a natureza, de visitar outras organizações locais, museus, Centro de Ciência Viva de Lagos e ainda as praias algarvias. Juntamente com esta exposição estão expostos os trabalhos dos alunos da Escola de 1º Ciclo da Mexilhoeira no âmbito do projeto “Dom Borrelho e Dona Chilreta – Uma Aventura nas Dunas” levado a cabo no ano letivo passado. Esta nova iniciativa entre A Rocha e as freguesias de Alvor e Mexilhoeira foi extremamente gratificante uma vez que mostra o interesse dos decisores municipais pela partilha do conhecimento de uma zona -Ria de Alvor- de muito valor ecológico e ambiental mas também cultural, social e económico.

Visita de Professores Europeus 

 

Mais uma vez o Quarter Mediation trouxe um grupo de professores da Finlândia, Estónia, Lituânia, Holanda, Roménia e Portugal para conhecer o nosso trabalho e ainda fazer algumas das atividades práticas como identificação de Traças e a volta ao Jardim. As alterações climáticas foram o tema principal este ano. 

Em jeito de balanço, concluímos que cumprimos a nossa missão, enquanto entidade formadora, partilhando estudos, promovendo atividades e despertando o conhecimento científico para questões pouco ou nada estudadas, enquanto organização não governamental, pois marcámos a presença em vários sectores sempre de forma disponível e voluntariosa, e como instituição ambiental, uma vez que desenvolvemos estudos e trabalhos conducentes a um maior e mais sólido conhecimento científico nas áreas da biologia, biodiversidade e ecologia. Este trilho nem sempre é suave e no caminho encontramos alguns dissabores que se têm minimizado com os sorrisos e os abraços de reconhecimento e de agradecimento que vamos colecionando. Desejamos a todos um verão cheio de cor e alegria, tantas quantas a Natureza nos dá e convida a receber e que o próximo ano letivo seja igualmente radiante e frutuoso.

Entre o Luar e a Folhagem
Entre o luar e a folhagem,
Entre o sossego e o arvoredo,
Entre o ser noite e haver aragem
Passa um segredo.
Segue-o minha alma na passagem.

Tênue lembrança ou saudade,
Princípio ou fim do que não foi,
Não tem lugar, não tem verdade.
Atrai e dói.

Segue-o meu ser em liberdade.

Vazio encanto ébrio de si,
Tristeza ou alegria o traz?
O que sou dele a quem sorri?
Nada é nem faz.
Só de segui-lo me perdi.
Fernando Pessoa

2016-11-02T11:18:16+01:00