Lista de alguns taxa invasores e de risco para Portugal: 1.ª versão

As invasões biológicas são uma das maiores causas de perda de biodiversidade e extinção; por exemplo, das 134 extinções de aves registadas desde 1500, 71 (ou 53%) estão relacionadas com espécies exóticas invasoras (Carboneras, 2015). A Convenção sobre Diversidade Biológica (CBD) fixou como Meta 9 das Metas para a Biodiversidade de Aichi: «Até 2020, as espécies exóticas invasoras e vias de introdução estão identificadas e prioritizadas, as espécies prioritárias estão controladas ou erradicadas e estão em vigor medidas para gerir as vias para prevenir a sua introdução e instalação».

No nosso país esta problemática encontra-se pouco estudada e pouco divulgada. A legislação de nível nacional data de 1999, e designa apenas 32 espécies como invasoras, indicando outras 45 que comportam risco ecológico conhecido. No entanto, como signatário da CBD, Portugal subscreve as metas de Aichi e têm sido feitos alguns esforços no sentido de estudar, divulgar, controlar e legislar sobre espécies invasoras.

O autor criou esta lista – naturalmente incompleta – para colmatar a falta de uma lista única que congregasse todas as espécies invasoras ou de risco invasor em Portugal, dispersas pela literatura científica. Este documento agrega presentemente um total de 431 taxa: Os grupos mais representados são as plantas, os insetos, as aves, os peixes e os fungos.
A lista inclui pragas agrícolas, isto é, espécies que incidem particularmente sobre culturas agrícolas, porque:

a) as pragas agrícolas por vezes afetam diretamente os ecossistemas;
b) provocam pressão humana sobre os habitats naturais, afetando maior área à atividade agrícola na tentativa de manter o rendimento das culturas; e
c) as medidas de controlo são por vezes semelhantes.

Cada ficha de taxon contém informação sobre o nome científico, o nome comum, a classificação taxonómica, a distribuição nativa, o estatuto de estabelecimento em Portugal, a distribuição em Portugal e as referências bibliográficas consultadas.
Se pretender ajudar à compilação desta lista, pode enviar os seus comentários ou acrescentos para alcobaca@arocha.org.

Pode encontrar a lista aqui.

Perfil do autor
Júlio Reis é informático na organização de ambiente A Rocha International desde 2000. Amador e amante da natureza, tem especial interesse em invasões biológicas, recuperação de habitats e na ligação entre comunidades naturais e comunidades humanas.

2017-02-09T09:58:10+01:00