O processo de candidatura está aberto até 31 de dezembro de 2022.

Do livro A Place at the Table de Miranda Harris e Jo Swinney que, a propósito, é de leitura obrigatória para quem pensa candidatar-se a este posto (por não haver versão Portuguesa e porque quem se candidatar terá que saber falar Inglês, manteve-se a versão original):

4 September 1994

Life lately has been hectic as usual but we are becoming familiar with the Cruzinha juggling act – constantly changing housefuls of students and visitors of various nationalities, lots of day visitors, full ringing programme, renewed pressure from developers, plumbing problems and unexpected arrivals: two puppies, a guinea pig, and a Hoopoe with a badly broken wing all on the same day recently. Sometimes as I’ve sat down to lunch under the rubber tree with 20 or so others I’ve been tempted to contemplate the relative attractions of a slightly smaller family! But no, it’s a brilliant life and what a privilege to be doing this and how exciting to watch God at work in little and sometimes bigger ways. Though we sometimes feel we are running out of steam we never actually do. Hooray for siestas which are a great idea on stuffiest, sultry days when getting from A to B feels like moving concrete blocks. (Miranda’s journals)

The biblical practice of hospitality goes beyond gathering with our tribe. It might challenge us to open our homes and ourselves to people who are very different to us, who might lack social graces, who take far more than they give, who will never reciprocate or even show gratitude. This kind of hospitality can take us uncomfortably close to our limits, to a place where we become aware of our inadequacies and need both divine and human help to keep graciously giving. Just because it is hard doesn’t mean we shouldn’t do it. Jesus asks those of us who follow him to ‘take up our cross.’ (Jo Swinney)

A ROCHA em Portugal está à procura de um casal para dirigir o seu Centro como Diretores do Centro. Estas pessoas desempenham um papel importante na organização, pois os Centros são um espaço de vida, por vezes com uma vida própria, onde pessoas de todas as origens se reúnem para trabalhar, descansar, estudar ou simplesmente viver A ROCHA durante um curto período de tempo. Trabalhar e viver no Centro é uma oportunidade para convidar e acolher pessoas para partilhar vida, trabalhar arduamente, estudar, envolverem-se em conservação da natureza e a crescerem juntas para Deus.

Se os parágrafos de A Place at the Table não assustaram, então recomendamos que leiam a descrição de tarefas detalhada.

Descrição de Tarefas

Se depois de ler a Descrição de Tarefas ainda acham que são candidatos adequados, então preparem o seguinte:

  • Os vossos CV
  • A vossa Carta de Motivação, incluindo um pequeno texto indicando o que pensam que é gerir um Centro A ROCHA, a vossa compreensão da Descrição de Tarefas e porque se consideram adequados para o trabalho
  • Um pequeno vídeo, com menos de cinco minutos, no qual se apresentam e indicam a razão pela qual vos devemos passar à fase final

Quando tiverem tudo isto pronto, podem preencher o formulário de candidatura.

Formulário de Candidatura