Novo artigo científico sobre a Ria de Alvor

Desde a sua fundação, A ROCHA desenvolveu trabalho científico, para dar suporte técnico às suas propostas ambientais. Por esta razão estamos muito contentes com a publicação de um artigo numa revista científica internacional com revisão por pares. A pequena dimensão da Ria de Alvor, quando comparada com outras áreas estuarinas, torna-a mais sensível a pequenas perturbações ambientais que podem resultar em consequências tanto para o meio ambiente como para quem depende da mesma, desde aves e plantas até pescadores e mariscadores. Mas se a

Novo artigo científico sobre a Ria de Alvor2016-11-02T12:01:57+01:00

A ROCHA na ‘A nossa cultura sai à rua!’

A ROCHA marcou presença no evento ‘A nossa cultura sai à rua!’ na Mexilhoeira Grande. Tivemos uma tenda onde muitas visitas ouviram sobre o património natural da Ria de Alvor e o trabalho que A ROCHA fez até agora. Adultos e crianças ficaram surpreendidos com a diversidade das borboletas e traças encontradas na área. Foi um prazer fazer parte deste evento!

A ROCHA na ‘A nossa cultura sai à rua!’2016-11-02T12:00:11+01:00

Visita de professores europeus

No passado dia 12 de Julho tivemos a visita de 19 professores da Grécia, Bulgária, Letónia e Roménia numa parceria que já dura há alguns anos com o Quarter Mediation. Pudemos partilhar métodos e ideias de Educação Ambiental e ainda mostrar algumas das atividades que normalmente temos disponíveis no nosso Centro como anilhagem de aves, a identificação de traças e o nosso jardim.

Visita de professores europeus2016-11-02T11:56:39+01:00

A Arte de Observar

Na tarde de 26 de Maio das "Quintas-dia aberto" um pequeno grupo participou em mais uma oficina, desta vez sob o título “ A Arte de Observar”. Com ajuda de pequenos exercícios nós exploramos a forma como olhamos o mundo. Quando observamos algo, isto implica que investigamos apenas uma pequena porção da realidade que nos rodeia. Um biólogo, por exemplo observa as aves e um ilustrador desenha aquilo que lhe interessa, ambos removem todas as distrações de forma a poderem estar

A Arte de Observar2016-11-02T11:46:23+01:00

Educação Ambiental ano letivo de 2015-16

Este ano letivo de 2015-16 comemoramos o 24º aniversário do programa de educação ambiental. Durante estes 24 anos temos estado de portas abertas durante todo o ano para grupos, quer de escolas quer outros, com os objetivos de Dotar os participantes de conhecimentos e técnicas que promovam o seus próprios conhecimentos e experiência, Aproximar os professores e educadores da comunidade científica ajudando-os nas abordagens, metodologias e divulgação de projetos científicos, Despertar para as possibilidades de aplicações científicas com os seus alunos, Sensibilizar para a

Educação Ambiental ano letivo de 2015-162016-11-02T11:54:40+01:00

Cruzinha como estação de campo para estudantes

Estamos a promover a Cruzinha como estação de campo onde estudantes, estagiários e voluntários podem fazer investigação e trabalho de campo na Ria de Alvor e noutras áreas naturais no Algarve. Também convidamos estudantes a contribuir para a nossa base de dados e com as nossas monitorizações. Para mais informações, clique aqui.

Cruzinha como estação de campo para estudantes2016-11-02T11:48:04+01:00

Novos relatórios e um guia sobre borboletas noturnas

Foram publicados dois novos relatórios sobre a monitorização das borboletas noturnas na Ria de Alvor e no jardim da Cruzinha em 2014 e 2015, em Inglês e em Português. Também está disponível o guia fotográfico das borboletas noturnas que publicámos antes. Este guia inclui as borboletas noturnas macro no Algarve e pode ajudá-lo identificar as borboletas noturnas na zona onde vive! Pode encontra-los aqui.

Novos relatórios e um guia sobre borboletas noturnas2016-11-02T11:43:21+01:00

“Observar, experimentar e aprender- Recriar um Habitat”

Mais uma vez A Rocha e o Centro de formação Rui Gracio, e a formadora Ana Paula Marreiro, iniciaram uma oficina de formação sob o tema “ Observar, experimentar e aprender- Recriar um Habitat” para educadores do pré-escolar. A escolha do tema teve a ver com a necessidade de formação na área da biologia e ambiente por parte destes educadores visto que faz parte alguns destes temas fazem parte do programa do pré-escolar. A formação teve a duração de 15 horas

“Observar, experimentar e aprender- Recriar um Habitat”2016-11-02T11:42:07+01:00