Educação Ambiental em 2016

No ano do 25º aniversário do programa de educação ambiental chegamos a 2.186 alunos, professores e público em geral, levamos a cabo uma ação de formação para educadores dos concelhos de Lagos, Vila do Bispo, Lagoa e Aljezur, realizamos atividades para o Ciência Viva no Verão, colaboramos com a ARH do Algarve na monitorização da qualidade da água costeira, visitamos escolas e infantários de Portimão e Lagos, disponibilizamos três novas atividades às Quintas-feiras, mantivemos projetos com nove parceiros e recebemos 32 turmas de 12 escolas diferentes, um número superior ao do ano passado.

Mas gostaríamos de chamar a atenção a um projeto em particular: A Rocha em parceria com o Centro de formação Rui Grácio de Lagos levou a cabo uma ação de formação para educadores de infância sob o tema “Observar, Experimentar e Aprender – Recriar um Habitat”. As educadoras do jardim-de-infância de São Teotónio conseguiram reunir os esforços das autoridades locais, pais, alunos e restante comunidade educativa para a construção de um lago artificial no recreio da escola. Para estas educadoras foi fascinante ver o entusiasmo das crianças e dos pais durante a construção do lago e após a introdução das espécies aquáticas de invertebrados que as foram habitar. Tratou-se de uma atividade diferente feita em conjunto com famílias e educadores e que terá que ter continuidade enquanto o lago existir. Todas as manhãs as crianças têm que visitar o lago e ver o que é necessário para sua contínua manutenção para além de fazerem a monitorização das espécies que lá se encontram. Estes animais que normalmente são ignorados e invisíveis aos olhos tornaram-se importantes e presentes no dia-a-dia destas crianças. Os educadores, alunos e os pais foram motivados para esta prática de ecologia civil, um importante exercício de cidadania, de desenvolvimento sustentável e ainda um excelente processo de aprendizagem, de trabalho em equipa e de diversão.

2017-02-09T09:53:48+01:00