Ministério da Agricultura também ignora peritos nomeados

No seguimento da tomada de posição de 14 ONGAs portuguesas no início deste mês de Julho, que consideraram a proposta de estrutura do PEPAC para Portugal do GPP/Ministério da Agricultura um potencial atentado à natureza e à biodiversidade nacional, que é a base de toda a vida, foram agora 9 dos peritos convidados pelo GPP para acompanhar o processo que tornaram pública a sua posição de preocupação sobre a nova PAC. Parte destes peritos inclusive já se demitiu do acompanhamento do processo. As

Ministério da Agricultura também ignora peritos nomeados2021-07-23T16:02:25+01:00

Exige-se um novo Plano Estratégico para a Política Agrícola Comum

A ROCHA associou-se a outras 13 ONGA numa intervenção para um novo Plano Estratégico para a Política Agrícola Comum em Portugal (PEPAC). O PEPAC é determinante para a implementação da Política Agrícola Comum 2022-27 em Portugal, e o seu desenho e implementação condicionarão o futuro da biodiversidade nacional. Os impactos negativos da agricultura sobre a biodiversidade são sobejamente conhecidos, pelo que estas 14 ONGA portuguesas pedem maior transparência no desenvolvimento deste instrumento de política, exigindo um PEPAC mais amigo do ambiente e que

Exige-se um novo Plano Estratégico para a Política Agrícola Comum2021-07-06T11:39:44+01:00

Ecossistemas de Hospitalidade: um tributo a Miranda Harris

Não arrumem a louça durante a COVID-19: Escrito por Sandra McCracken A falecida Miranda Harris ficou conhecida por fundar A Rocha com o marido Peter há 38 anos. Mas a Miranda também era conhecida pelas cartas belíssimas que ela enviava de vários lugares ao redor do mundo. Tive a sorte de ter recebido muitas delas. Chegaram na minha caixa de correio no Tennessee com carimbo da França, Índia e África do Sul. As suas cartas ganhavam vida com palavras dos Salmos, com notícias da família

Ecossistemas de Hospitalidade: um tributo a Miranda Harris2021-03-18T10:24:42+00:00

As aves estão a necessitar de mais tempo para recuperar!…

Bernice Goffin foi uma estudante de Mestrado que veio da Universidade de Wageningen, nos Países Baixos. Durante seis semanas esteve no nosso Centro e recolheu dados da nossa base de dados de anilhagem de aves selvagens, nomeadamente do Papa-moscas-preto Ficedula hypoleuca. Além desses dados recolheu igualmente os nossos dados climatéricos diários disponíveis desde inícios do século 21. Infelizmente o trabalho dela indicou algo que já suspeitávamos. Eis o que ela escreveu: Muitas espécies de aves que migram longas distâncias estão em declínio, em parte

As aves estão a necessitar de mais tempo para recuperar!…2021-03-16T21:41:12+00:00

Fevereiro sem plástico – campanha de sensibilização

A Rocha Portugal, em parceria com A Rocha Holanda, A Rocha Uganda e A Rocha África do Sul, vai promover o projeto "Fevereiro sem Plástico" que visa a redução de plástico, sobretudo o descartável, no nosso dia a dia, nas Igrejas, locais de trabalho e nas nossas casas. O objetivo é, não apenas reduzir a quantidade de plástico que usamos mas igualmente a partilhar, tanto as dificuldades como as soluções encontradas para as resolver. Estas poderão ser-nos enviadas como artigos escritos ou pequenos vídeos

Fevereiro sem plástico – campanha de sensibilização2021-01-25T19:08:04+00:00

Apresentação do Jasper e da Tayler Gerhardt – Os Novos Diretores 

Após um processo de recrutamento, que durou dois anos, e meses de preparação para angariar o necessário apoio financeiro e de oração, o Jasper e a Tayler Gerhardt, do Oregon, EUA, chegaram à Cruzinha como os novos Diretores do Centro de A Rocha Portugal. Eles contam-nos um pouco mais sobre si mesmos e os seus novos cargos:   Porquê A ROCHA? Nós gostamos de A Rocha pela forma como junta profundamente e urgentemente as nossas paixões: uma comunidade intencional para o cuidado com a criação.

Apresentação do Jasper e da Tayler Gerhardt – Os Novos Diretores 2020-10-22T14:57:24+01:00

Estudo de Microplásticos

Por Katya Egorova      Os microplásticos são um dos poluentes menos controlados nos nossos oceanos. Os microplásticos podem variar entre 1 e 5 mm de dimensão, tornando-os difíceis de remover. Já é impossível retirá-los completamente dos oceanos, mas ainda é possível conter a sua propagação contínua.     O nosso trabalho é feito através da colheita de amostras de areia das praias de Lagos, Alvor, Portimão e Ferragudo. Para termos uma imagem mais detalhada, são colhidas amostras de areia em vários locais de cada

Estudo de Microplásticos2020-10-22T15:31:56+01:00

Conheçam Os Nossos Voluntários

Meu nome é Katya e sou da Rússia. Nasci na Sibéria em Yakutsk. No ano passado decidi mudar-me  para São Petersburgo, Rússia, para descobrir um novo lugar e passar vários meses lá. Tenho formação em gestão financeira e trabalhei na área de investimentos e finanças por 2 anos, mas queria experimentar o voluntariado e fazer parte de um projeto ambiental. Encontrei um projeto interessante, de A Rocha, sobre microplásticos, que não só continha o estudo de uma questão atual, como também decorria no solarengo Portugal.

Conheçam Os Nossos Voluntários2020-10-22T14:29:20+01:00

Obrigado aos nossos doadores

OBRIGADO! Queremos agradecer a todos os nossos doadores por nos apoiarem em todos os momentos, e em especial nesta fase crítica. A todos o nosso muito obrigado!

Obrigado aos nossos doadores2020-07-24T16:02:09+01:00

34 anos a receber voluntários

Há 34 anos que A Rocha recebe voluntários vindos de todos os continentes, de muitas culturas, habilitações  e idades diferentes. Muitos têm voltado de novo com histórias de saudade e partilha, muitos ficam na nossa memória pela forma como contribuíram com os seus dons, aptidões e conhecimentos. Para instituições como a nossa, sem fins lucrativos, é impossível não se ter a ajuda e dedicação dos voluntários. O nosso trabalho e existência estaria grandemente em risco. Eles são o músculo que permite que A Rocha

34 anos a receber voluntários2019-12-10T19:55:50+00:00